To access all features and enjoy the full functionality of this site, please ensure your browser is up-to-date. For IE8 users, the most recent version is IE11.

Técnicas de Exame

Como avaliar e administrar a quantidade de filme lacrimal de pacientes

Publicado em 21 Maio, 2018
7 Minutos para Ler
Como avaliar e administrar a quantidade de filme lacrimal de pacientes

O que você precisa saber

Visualização de lâmpada de fenda

  • Feixe de fenda estreito com baixa intensidade para medir (com gratícula ocular) ou avaliar a altura do menisco lacrimal inferior na posição primária do olhar piscando-se normalmente.
  • Alta ampliação (40x).
  • Iluminação focal direta

Graduação
Altura do menisco lacrimal

Baixo: ≤0,1 mm ou uma diferença de pelo menos 0,06 mm entre os olhos
Média: 0,1 mm a 0,25 mm
Alta: ≤0,25 mm (indica lacrimejamento reflexo e/ou deficiência na drenagem nasolacrimal)

Incidência
Questionários - como:

  • Questionário Padronizado de Avaliação do Paciente para Secura Ocular (SPEED)
  • Índice de Doenças da Superfície Ocular (OSDI)
  • Questionário de Olho Seco para Lentes de Contato (CLDEQ)
  • CLDEQ-8, Índice do Olho Seco de McMonnies
  • Questionário de Olho Seco (DEQ)
  • Testes não invasivos - Altura do menisco lacrimal (margem palpebral inferior ao topo do reflexo especular) e regularidade
  • Testes invasivos - Schirmer, teste do fenol vermelho. Tempo de ruptura invasivo e não invasivo, presença de camada lipídica.

Etiologia

  • Multifatorial, incluindo idade, tratamento médico, condições sistêmicas ou condições oculares, ambiente.
  • A utilização de lente de contato interfere na estrutura e na função normais do filme lacrimal.
  • Maior evaporação do filme lacrimal causa o desgaste das camadas lacrimais antes e depois da lente

Sintomas

  • Ressecamento, desconforto, granulação, irritação, sensibilidade a ambientes adversos.

Sinais

  • Altura reduzida do menisco lacrimal, menisco lacrimal irregular (borda dentada ou recortada), perfil côncavo da lágrima
  • Pontuações baixas no teste de Schirmer (aos 5 minutos, normal > 10 mm, limite 5-10 mm, seco grave < 5 mm) ou pontuações baixas nos testes de linha vermelha de fenol (aos 15 segundos, olho seco < 10 mm)

Recomendações ao paciente

Recomendações

  • Tratar de condições sistêmicas ou oculares associadas.
  • Suplementos lacrimais artificiais.
  • Mudar o tipo de lente (RGP para hidrogel de silicone), o material ou o cronograma de utilização (substituição mensal para quinzenal).
  • Mantenha uma boa limpeza da lente, incluindo a etapa de esfregar e enxaguar
  • Gerencie todos os graus se houver sinais ou sintomas - melhore a qualidade do filme lacrimal
  • Mudar a solução de cuidado com lentes de contato para a última geração de produtos.
  • Lidar com eventuais problemas de qualidade lacrimal.
  • Gotas umidificantes ou sprays lipossomais.
  • Atentar-se à alimentação ou a suplementos nutricionais (ácidos graxos essenciais).
  • Medidas de retenção lacrimal (para reduzir a drenagem e aumentar o tempo de contato com a lágrima), como tampões lacrimais ou cirurgia.
  • Lidar com eventuais problemas da glândula meibomiana.

Prognóstico
Em geral, boa resolução de sintomas com o devido cuidado, exceto por condições sistêmicas ou oculares subjacentes intratáveis

Referência

Adaptado de um manual de Manejo de Lentes de Contato (3ª edição)