To access all features and enjoy the full functionality of this site, please ensure your browser is up-to-date. For IE8 users, the most recent version is IE11.

Comunicação ao Paciente

Conversando com possíveis novos usuários de lentes de contato

Publicado em 6 Nov, 2017
5 Minutos para Ler
talkingtopotentialnewcontactlenswearers.jpg

Não é porque um paciente não expressa seu interesse em experimentar lentes de contato que eles não quer experimentá-las. Vários fatores podem contribuir para que um paciente não diga nada sobre querer usar lentes, mas você pode ajudar simplesmente iniciando o diálogo.

Para muitos pacientes, se lentes de contato não forem oferecidas ou recomendadas a eles, eles irão supor que não são bons candidatos — o que é raramente o caso. É aí que você pode ajudar: iniciando o diálogo.

  • 2/3 daqueles que consideram lentes de contato não se sentem informados o suficiente para tomar uma decisão sozinhos.
  • Porém, 88% dos pacientes estão de fato interessados em dar uma chance às lentes de contato.
  • E desses pacientes que experimentam lentes de contato, 1/3 acaba por comprá-las.

Dê aos pacientes a chance de experimentar lentes de contato

Independentemente de achar ou não que seus pacientes querem lentes de contato, ou de conseguir lidar com eles, sempre dê a eles a opção de tentar.

  • Inicie o diálogo descobrindo sobre o estilo de vida que seu paciente leva e abordando os prós e os contras dos óculos em comparação a lentes de contato em diferentes situações de sua vida. 
  • Incentive sua equipe a mencionar lentes de contato nas diferentes interações com pacientes. Por exemplo, durante um agendamento de horário, peça para que também perguntem se o paciente está interessado em uma consulta de lentes de contato. Ou quando o paciente estiver experimentando armações de óculos, ofereça a ele lentes de contato para que enxerguem mais nitidamente ao escolherem uma armação.

Palavras simples de encorajamento fazem toda a diferença ao se conversar com possíveis novos usuários de lentes de contato — especialmente aqueles que talvez estejam meio hesitantes. Acostumar-se a lentes pode ser difícil e cansativo, mas você pode ajudar a envolver os pacientes para que eles experimentem os benefícios de utilizá-las.

Referências

Bulpin C & Cox T. Conversations in Practice: the potential new wearer. Optician 2014; 247: 6450 21-18